Review | A whole new mind

09 February 2013

Um livro inspirador, cheio de refêrencias, ideias e criatividade, que tenta prever quais são as mentes que irão ditar o futuro.

Advogados, engenheiros, médicos, etc. Essas são as profissões que os pais da antiga geração encorajaram seus filhos a seguirem. É assim que o livro começa, dizendo que as gerações atuais foram criadas para serem bons profissionais em campos onde o lado esquerdo, analítico e racional, é dominante. Na era atual, que ele chama de Conceptual Age, essas profissões não serão mais as que farão a diferença.



The Conceptual Age
Mentes criativas que privilegiam o lado direito do cerebro é o que cada vez mas farão a diferenca na era atual. Passamos por diversas eras como Agricultural Age (farmers), Industrial Age (factory workers), e agora estamos saindo da Information Age (knowledge workers), onde o conhecimento de um assunto específico é a base do trabalho, para uma era chamada Conceptual Age (creators and empathizers), onde princípios criativos prevalecem.

Essa nova era se da com o fortalecimento das atividades caracterizadas por serem técnicas com o pasar do tempo da história da humanidade, e dando espaço para o surgimento de atividades cada vez mais importantes caracterizadas por serem atividades controladas pelo lado direito, criativo, emocional, etc. O livro fala sobre a abundancia de mão de obra em lugares como Asia e India, onde atividades racionais são possíveis de serem executadas a preços bem baixos. A partir disso, o livro fala de Seis Sentidos a serem trabalhados nessa nova era.

Design
Utilidade é relacionada ao lado esquerdo do cerebro. Significado é relativo ao lado direito. O significado que um bom design pode dar ao um projeto é crucial. O livro fala sobre design de diversos tipos de produtos. Alguns links interessantes:

Story
Escrever histórias é de fato algo fascinante. Escrever uma boa história de 30 linhas já é algo bem complicado. O livro incentiva a que você crie histórias, pois tudo que fazemos pode ser melhorado com um sentido, contando uma história por trás. Alguns links interessantes:

Symphony
Nesse capítulo o livro fala sobre a habilidade de compor coisas, ele vaid desde um desenho do seu próprio rosto até Beethoven. Ele mostra como desenhar ou compor é sobre achar e ver relacionamentos entre as coisas, criar metáforas. Alguns links interessantes:

Empathy
Esse é capítulo mais psicológio do livro, onde ele fala desde expressões faciais até sobre saúde. Alguns links interessantes:

Play
Ele começa analisando o ato de sorrir e dar risada, passar pela revoluçãodos Games e acaba com um tópico sobre humor, "The limited brain is technology" Alguns links interessantes:

Meaning
Esse é um capítulo introspectivo, onde ele fala sobre o significado de tudo que fazemos. O homem quer deixar uma marca com o que faz, que mostrar que faz a diferença e aqui ele tenta achar alguns sentido e dar algumas direções para isso. Ele fala sobre espiritualidade, felicidade e significado de um monte de outras coisas que muitos acham "cliche". Alguns links interessantes:

Opinião
Esse é um livro perfeito pra quem tem um bom background técnico, gosta de criar coisas, inventar. Aquele jogo que você quer criar pode ficar muito mais interessante com uma história, um design, um significado. O seu blog pode ficar mais interessante com essas ideias, enfim, tudo que você faz pode ser revisto e melhorado ainda mais. Acho que na verdade, a era que estamos chegando não é dominada por um dos lados dos cerebro, mas sim, pela habilidade de utilizar ambos.
comments powered by Disqus